As postagens são feitas por nossa Comissão Científica. Podem ser próprias, adaptadas, transcritas de teóricos ou de sites científicos com publicações de novos estudos, e, teem a finalidade de informar e esclarecer alguns transtornos mentais. Não é diagnóstico final, portanto, procure o seu profissional ou o nosso espaço para maiores esclarecimentos em N. I./RJ com hora marcada: tel- 2669-7562 ou 9644-87280


segunda-feira, 13 de março de 2017

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Câncer



O Câncer e sua cura
                   O câncer não é considerado o mal em si, mas a expressão sintomática do enfraquecimento do organismo. Não se trata de uma doença localizada e fortuita que basta extirpar, mas do sinal de uma fraqueza dos mecanismos de defesa que é preciso corrigir. É a estrutura na qual se desenvolveu este câncer que está doente e é ela que deve ser tratada prioritariamente.
                    O tratamento não é combater o câncer em si, mas restituir ao organismo o equilíbrio que foi alterado e foi invadido pelo câncer.
                   O que sabemos do aparecimento do câncer... é provável que se formem todos os dias em cada um de nós algumas células do tipo canceroso, mas, reconhecendo-as como estranhas e perigosas o corpo as elimina pouco a pouco.
Às vezes, a vigilância do organismo está enfraquecida e permite que células anárquicas se multipliquem. O tumor se desenvolve de maneira muito lenta passando-se muitos anos antes de sua manifestação clínica; e é provável que um organismo sadio possa eliminá-lo num segundo momento ou estabilizar o seu crescimento (e só o descobrimos em autópsia). Em contraponto, um enfraquecimento brusco por um estresse qualquer pode ativar um câncer latente.
Influem sobre o aparecimento do câncer os fatores emocionais negativos e também sobre a evolução da doença.
Há um perfil da maioria dos cancerosos antes de adoecer
- sentimento de isolamento (solidão);
- medo de exprimir as próprias emoções
- desespero oculto
- sentimento de impotência;
Há acontecimentos da vida que favorecem o aparecimento da doença, segundo Holmes e Haacke que estabeleceram parâmetros:
- morte do cônjuge - 100 pontos
- pena de prisão - 63 pontos
- divórcio - 73 pontos
- reconciliação conjugal - 45 pontos
- mudança de casa - 20 pontos
- contração de dívidas - 27 pontos
                   Metade das pessoas que acumularam mais de 300 pontos adoeceram e com menos de 200 pontos apenas 10% adoeceram.
Esta tabela é válida também para AIDS, esclerose múltipla, poli artrite reumática.
A angústia e o temor da morte e do sofrimento podem favorecer o reaparecimento da doença após a cura. O paciente pleno de esperança e -sobretudo de fé- tem mais chances de sobreviver.
As representações mentais positivas são importantes para a eficácia das terapias paralelas. Para transformar os preconceitos desfavoráveis que há nesta doença deve-se ter em conta que
1- O câncer como sinônimo de morte deve ser substituído pela convicção de que se trata de uma doença como qualquer outra, que pode ser curada.
2- As células cancerosas são representadas como frágeis e vulneráveis e não cruéis e agressivas.
3- A doença que atinge a partir de fora uma vítima impotente é substituída pela idéia de que as defesas naturais do corpo são o inimigo mortal do câncer.

4- O tratamento médico imaginado como penoso e ineficaz deve-se tornar, na representação mental, um aliado importante que ajuda as defesas naturais do corpo.
A esperança renovada, num paciente que decide tomar as rédeas do seu caso e a fé na terapia contribuem para reverter situações declaradas perdidas.
A pessoa que movida por uma grande esperança e por uma vontade de cura mobiliza uma energia mental disponível para a cura.
                   O canceroso (e outros crônicos) é com freqüência uma pessoa que suporta o peso de um passado mal vivido, de frustrações cujas emoções foram contidas O ressentimento é um veneno que, à semelhança das células cancerosas, se acumula e enfraquece o ser como um todo.
Algumas medidas que podem fazer desaparecer uma doença física grave:

- psicoterapia leve ;
- amor ao próximo;
- perdão e auto perdão;
- relaxamento (criar imagens mentais positivas);
- meditação
- despertar espiritual.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Serotonina

É aí nesta região de sinápse neuronal (entre os neurônios) que ocorre a recaptação de  serotonina. Substância fundamental para o bem estar do indivíduo. A sua falta ou deficiência é responsável pelos estados de depressão e ansiedade. 
Diversas doenças como Esquizofrenia e Bipolaridade também precisam dessa substância que é produzida no cérebro e no intestino. 
É a depressão hoje considerada 3ª causa de Morte no mundo. A Terapia é fundamental para fazer o indivíduo implicar-se na sua história e descobrir as causas e fazer a ponte com a psiquiatria na administração medicamentosa.

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

segunda-feira, 5 de setembro de 2016